domingo

vibração louca

video

doce vibrar do teu corpo irrequieto,

louco na entrega ao meu prazer,

desejoso de saciar a fome de mim,

desejoso de me saciar a sede de ti!

sábado

Nós não fazemos dieta!




Há muito tempo atrás criámos uma ementa a dois, baseada numa fome insaciável, numa sede sufocante, temperada por um desejo louco e acompanhada por uma entrega total.



Hoje?



Hoje procuramos saciar esta necessidade, viver esta paixão doce, produzindo novidades estéticas, em cada dia, esta delícia de um amor infindável.



Como entrada:
Ela - as tuas mãos a procurar o meu corpo, com toques de língua exigente, indicado para "comilões", ajuda a abrir ainda mais o apetite;
Ele – o teu corpo delicado erguido nos meus braços, o brilho nos teus olhos a sorrirem para mim, os teus lábios macios ligeiramente aquecidos pela minha língua;




No prato principal:
Ela - o teu sexo preso no meu, temperado com desejo, uma pitada de luxúria, cozinhado com movimentos de subida e descida, de cadências variáveis, consoante a necessidade, acompanhado com o som de gemidos a gosto;
Ele – fada ao natural, deitada sobre a mesa, recheada de mim, os teus pés em banho de língua, os teus seios amornados pelas minhas mãos, guarnecida com o brilhozinho dos teus olhos, o sorriso quente dos teus lábios, os nossos gemidos libertos ao vapor;




Sobremesa:
Ela - terminamos a refeição com momentos de puro gozo, sentimentos de satisfação, e a promessa de repetirmos a experiência "culinária", assim que a fome o reclamar;
Ele – ninho suado de desejo, com dois corpos extasiados, recheados de carícias, mimos, beijos, lambidelas, mãos exigentes, banhados em leite com mel.

terça-feira

Seja onde for, beija-me intensamente!


....


- Eh! Lá! Mas que vem a ser isto.
- Isto, o quê?
- Oiça, oiça. O senhor não sabe que é proibido? …
- E é proibido, o quê? – Perguntei eu, espantado e provocador.
- Beijar, pois que havia de ser?
- E quem é o senhor para me proibir? Nós até somos casados – disse sorrindo, como o facto servisse de justificação.
- Eu sou o vigilante deste jardim. Agora se são casados ou não, não me interessa.

Voltei a sorrir. A situação era caricata e até insólita, acreditei eu naquele momento. Pensei que não fosse possível tão disparatada proibição. Tão ingénuo que era! A verdade é que em 1971 as pessoas não se beijavam a torto e a direito nas ruas. Cada um recatava-se. Havia uma certa vergonha, como se dizia.

- Não goze comigo – afirmou o funcionário municipal, um tanto ofendido na sua autoridade. – E não repita – avisou. Tinha acabado de levar um cartão amarelo, digo agora.
- Ora. Se quiser, pode ir fazer queixa ali ao quartel. Sou militar – quis atemorizá-lo.

Senhor do seu papel, o vigilante não se desmanchou:
- Casados ou não casados, militar ou não militar, é proibido beijar em público e o que é proibido é proibido, percebeu? E olhe, se insiste em provocar-me, primeiro multo-o, depois levo-o à polícia por ofensa à moral e aos bons costumes, ouviu?


Ribeiro Aires

http://www.noticiasdevilareal.com/noticias/index.php?action=getDetalhe&id=1712

loucamente

jantar louco
noite louca
amor louco
sexo louco
fome louca
entrega louca
prazer louco
orgasmo louco
gritos loucos
cansaço louco
sono louco
para logo de manhã
enlouquecer loucamente no teu louco corpo divino

domingo

a falta que me fazes no banho!


Banho quente, molhado, suave, relaxante,
onde minha imaginação desprende-se
de meu corpo e vaga....
Banho saudável, purificador, harmonioso e erótico,
onde minha sensualidade desabrocha, desencanta...
A água quente que jorra do chuveiro
a cair sobre meu corpo eleva meu pensamento....
Desligo-me de tudo e de todos,
não mais existindo o real mas tão somente
a fantasia de tê-la junto a mim.....
Banho a dois, prazeres divididos,
massagens e carícias infindáveis,
onde um procura absorver
o máximo de prazer do outro...
Ambiente aconchegante, prazeroso,
onde toques indescritíveis procuram descobrir
cada recanto alucinante
que existem em dois corpos....
Bocas sedentas, línguas ávidas,
mãos desinibidas percorrem todos os poros,
em todos os sentidos, em todas as direções....
Gemidos abafados, sexos expostos, corpos unidos,
prazeres correspondidos, água a jorrar....
Momentos excitantes, beijos apaixonados,
entrega total, êxtase....
Hora crucial, luxúria, onde atos libidinosos
são praticados com o mais puro
dos sentimentos, o amor...
Banho quente, banho a dois,
torrentes de emoções,
onde cada ponto erógeno
é disputado palmo a palmo,
boca a boca, toque a toque....
Por fim, odores extraídos da relação,
da entrega de dois seres,
misturam-se ao perfume natural
do cômodo meticulosamente
preparado para tal ato...
Banho quente, banho a dois, sonhos realizados,
corpos satisfeitos,
restando somente o aroma de erotismo no ar...

José Cardoso

sábado

porqeu hoje é sempre tarde demais...


...segunda-feira amei-te...

...terça-feira amei-te muito...

...quarta-feira amei-te muito, muito...

...quinta-feira amei-te muito, muito, muito...

...sexta-feira enlouqueci de amor por ti...

...e não é que me bastou o sábado...

...para me enlouquecer de saudades tuas?

...quero-te hoje...

...porque amanhã é sempre tarde demais!

domingo

Quarto vazio
















Perdido neste vazio do quarto sinto-me cheio de ti
Cheio das tuas imagens sobrepostas nestes olhos fechados
Cheio dos teus sons mixados nestes ouvidos enclausurados
Cheio dos teus cheiros afrodisíacos nestas narinas refugiadas
Cheio dos teus sabores baralhados nesta língua encerrada
Cheio de teus suores húmidos nesta pele coberta
Cheio das tuas sensações nos dedos destas mãos fechadas
Cheio do quente dos teus seios neste peito escondido
Cheio do teu mel doce neste sexo desperto e curioso
Cheio da tua entrega nas voltas deste corpo inquieto
Cheio dos teus mimos no cansaço deste corpo abandonado
Cheio do teu gel espalhado pela tua ternura nestes poros
Cheio do teu sorriso nesta saudade em dor com a ansiedade do amanhã

Seguidores