sexta-feira

Amor e Sexo

Amor é um livro porque eu adoro ler-te
Sexo é desporto porque me deixas suado
Sexo é escolha porque te procuro aqui e ali
Amor é sorte porque tu és o meu milagre
Amor é pensamento, teorema porque és a minha ciência
Amor é novela porque há sempre mais um episódio de ti
Sexo é cinema porque és a minha estrela de hollywood
Sexo é imaginação, fantasia porque me levas no teu tapete mágico
Amor é prosa porque me tornas num conto das mil e uma noites
Sexo é poesia porque és a minha palavra cantada
O amor nos torna patéticos porque há outros que nos invejam
Sexo é uma selva de epilépticos porque estamos “apanhados”
Amor é cristão porque sou o teu anjo da guarda
Sexo é pagão porque tu és o meu fogo no meio da praça
Amor é latifúndio porque és a minha “fortuna”
Sexo é invasão porque me enfias todo em ti
Amor é divino porque és a minha deusa
Sexo é animal porque me comes todo
Amor é bossa nova porque danças em mim
Sexo é carnaval porque és a minha baiana louca
Amor é para sempre porque és o meu amor eterno
Sexo também porque o meu desejo não quer acabar
Sexo é do bom porque és a minha fantasia inacabada
Amor é do bem porque és a minha fada do bem
Amor sem sexo é amizade porque és a minha verdadeira amiga
Sexo sem amor é vontade porque o meu corpo te reclama agora
Amor é um porque somos um casal unidos num querer
Sexo é dois porque somos um par de dois corpos em luta
Sexo antes porque te desejo antes, agora e depois
Amor depois porque te quero antes, agora e depois
Sexo vem dos outros sentidos e vai embora depois de saciados
Amor vem de nós e demora porque se instalou entre nós

quinta-feira

troca de silêncios




Queria escutar o teu silêncio
No silêncio da noite
Encontrar as respostas
que vivem no meu sonho.

Queria ouvir as palavras
que não escuto;
o rosto que não vejo,
queria apenas que soubesses
que o teu silêncio
rasga no meu peito uma dor
de incertezas!

Queria o teu silêncio
e enchê-lo de palavras
que ainda não dissemos;
os beijos que não trocámos;
o que não vivemos...

Queria ouvir o surrurar do teu silêncio....
ouvir-te dizer o que preciso de ouvir,
E trazer o teu silêncio até mim,
para nunca mais haver silêncios
entre nós!






http://www.portaldascuriosidades.com/forum/index.php?topic=60129.0

sábado

já não sei como

a fome tomou conta de mim
a sede endoideceu-me
esta necessidade louca explode os ouvidos
este querer geme pelos poros
esta saudade grita nos dedos
as mãos estremecem na tua ausência
os olhos encerram-se para dormir
os lábios fecham-se em casa
a língua entra em férias
o sexo recorda emoções
todo o mundo fechou-se
e eu chamo por ti
no meu silêncio perdido

metodologia adequada

o método na decoração de interiores começa com o tema central,
depois...
bem,
depois apenas procura-se a harmonia
e toda a envolvente é para sublinhar-te

segunda-feira

em busca da lua perdida



Satisfaço-me na alegria de te acordar, eu não posso mexer no teu eu, o carácter é teu, criado ao longo da tua vida, adaptado a todas as vivências…
…a paixão estava mal apagada, muito mal apagada, tu mereces a paixão eterna, porque tu és linda por dentro, que te transforma num ser exemplar por fora…
…amo-te e preciso de te oferecer a lua, não sei como, mas vou procurar…
… dizes que sou doido, talvez…
…mas tenho razões infinitas para o ser…

e S p E l H o


questionas-me sempre a forma como te vejo,
procuro-te no outro lado do espelho,
de todos os lados vejo o mesmo,
a minha Deusa que me protege;
a minha Fada que me encanta,
a minha Mulher que me acarinha,
a minha Amiga que me ajuda,
a minha Namorada que me ama,
a minha Amante que me enlouquece,
a minha Companheira que me ampara!

domingo

Desafio diferente


... com tantos desafios teus que me deixam louco ...

... ora bem amigos, a minha deliciosa amada "A Silenciosa" desafiou-me para um jogo diferente ...


6 meus segredos:

1 - não posso viver sem ela;

2 - estou apaixonado loucamente;

3 - tenho saudades de ler um bom livro;

4 - adoro um bom vinho tinto à noite;

5 - adoro ser provocado de forma sábia;

6 - quero renascer para a vida.


... e agora quem irei tramar?

... ora deixa cá ver! Não tem piada enviar isto para quem já fez...

1 - O Patife

2 - A P

3 - Moranga

... já agora, antes que eles ralhem comigo, desculpem!

quinta-feira

Intensidades


Intensivamente tenho vivido à espera de ti,

perdido nas imagens desorientadas que giravam em meu redor;


Intensivamente procurei-te em estratégias planeadas e atabalhoadas,

entre compromissos não desejados;


Intensivamente gritei feliz, mas frustrado,

entre os beijos roubados em reencontros figídios;


Intensivamente gemi de prazeres sublimes,

nos dias de corpos esfomeados e sedentos de nós;


Intensivamente contruí mensagens de emoção,

em teclados vazios de um mundo virtual;


Intensivamente projectei amanhãs de emoções fantásticas,

desenhados em mesas perdidas e sem rumos;


Intensivamente reencontro-te em doces acordares,

depois de planos estudados a dois;


Intensivamente adormeço cansado,

na melodia da tua voz,

o corpo fatigado da tua entrega;

aconchegado no teu sorriso,

protegido pelos teus beijos,

embalado pelo teu amor,

confortado pela certeza do amanhã!

quarta-feira

quantas páginas de imagens se desfolham nas minhas saudades...



"... Pantufada, keka, pinxada, foda, levantar colchões, montar prateleiras, ver um dvd em minha casa, ir buscar gelo...chamem-lhe o que quiserem! Gostamos e ponto final. Na cama, no carro, em cima da mesa, por baixo da mesa, na banheira, no sofá da sala, no chão, na praia, na mata, num hotel, no comboio, na casa de banho de restaurante chinês (porque carga d'água me fui eu lembrar desta?), de manhã, à tarde, à noite, de madrugada, ao anoitecer, ao entardecer, ao nascer do sol, ao pôr do sol, uma rapidinha, uma rápida, uma tarde inteira, uma noite inteira até cheirar a queimado, duas vezes por semana, sete vezes por semana, duas vezes por dia, cinco vezes por dia...Não há lugar, não há momento nem há um número de vezes obrigatórios para o sexo! Quer-se dizer....quanto maior for a frequência com que se pratica, melhor!..."


terça-feira

Deusa da Água





"No amor, vale mais a caçada do que a captura"

Étienne Pasquier

sábado

Ao teu fim do mundo, loucamente!






Vou alimentar a tua sede de querer
Vou acicatar a tua fome de prazer
Vou ao fim do mundo
Vou tocar lá no teu fundo
Vou fechar o punho e pôr o sangue a ferver
Vou cerrar os dentes e morder o teu saber
Vou ao fim do mundo
Vou gritar lá no teu fundo
Sou teu
Sou teu
Sou assim só para quem dá
E só assim faz com que eu vá
Ao fim do mundo
Ao fim e ao cabo do teu ser
Sou e só apenas uma gota de suor
Sou um claro aceno quando rufa o tambor
Sou o fim do mundo
A contagem ao segundo
És todo o tempo que me resta à liberdade
És a minha luta que só fala com verdade
És o fim do mundo
À entrada da cidade
Sou teu
Sou teu
Sou assim só para quem dá
E só assim faz com que eu vá
Ao fim do mundo
Ao fim e ao cabo do teu ser
Vou fechar o punho e pôr o sangue a ferver
Vou cerrar os dentes e morder o teu saber
Vou ao fim do mundo
Vou gritar lá no teu fundo

video

Seguidores